Central do beneficiário

Comunicado - Eleições da Postal Saúde 2019

Postado por Caio Melo em 22 Mar 2019 12:12

Prezado eleitor,

Até as 12h da sexta-feira (22), a Comissão Eleitoral das Eleições da Postal Saúde computou mais de 4 mil votos pelo sistema Eleja. Nós agradecemos o empenho de todas as pessoas que já votaram, garantindo, assim, a participação dos beneficiários na gestão da Operadora.

Entretanto, o envolvimento dos titulares do plano saúde dos Correios pode ser ainda maior, fazendo com que o pleito expresse a vontade da maioria dos beneficiários.

Para tanto, o sistema Eleja ficará aberto durante todo o fim de semana e até as 18h de segunda-feira (25), oportunidade para que os eleitores possam acessar o sistema, analisar os candidatos e efetuar o seu voto. O sistema pode ser acessado por meio de celular, tablet, computador de casa ou das dependências dos Correios (sem limite de votos nos equipamentos da empresa).

A participação de todos no processo é essencial para aumentar a representatividade dos beneficiários na gestão da Postal Saúde.

Acesse o sistema Eleja pelo endereço https://postalsaude.eleja.com.br/, conheça os candidatos e suas propostas e exerça o poder do seu voto.

Eleições da Postal Saúde 2019: Feita por você e para você!

Dia Internacional da Luta Contra a Discriminação Racial - 21 de março

Postado por Filipe em 21 Mar 2019 15:24

Nelson Mandela: Nelson Mandela: 27 anos preso durante o Apartheid.
Ao sair da cadeia, tornou-se presidente da África do Sul.

A história da humanidade é marcada por incontáveis episódios de violência e todo tipo de preconceito contra a população negra. Foram mais de 400 anos de escravização, afinal. Reduzindo a um recorte mais recente, ainda foram muitos acontecimentos relevantes que motivaram a criação do Dia Internacional de Luta Contra a Discriminação Racial. aaaaaa

A Organização da Nações Unidas (ONU) instituiu a data em homenagem às vítimas do Massacre de Sharperville, na África do Sul, em 1960. Na ocasião, cerca de 20 mil pessoas faziam uma manifestação contra a Lei do Passe, que restringia o acesso de negros a determinados lugares. Apesar do caráter pacífico do evento, a polícia local reprimiu violentamente os presentes, resultando em 69 pessoas mortas e 189 feridas.

Massacre de Sharperville, na África do Sul (1960).

A Lei do Passe, inclusive, foi criada durante o Apartheid. Este foi um sistema institucionalizado pelo governo sul-africano que negava direitos políticos, econômicos e sociais aos negros, que durou de 1948 até 1994. O nome mais emblemático da luta pela igualdade no país Nelson Mandela, líder político que se juntou a movimentos estudantis e passou a combater a segregação. Ele passou 27 anos preso, mas, depois de reconquistar a liberdade, se tornou o primeiro presidente negro da África do Sul. Ele ganhou um Prêmio Nobel da Paz pela sua trajetória, em 1993.

Nos Estados Unidos, onde reflexos graves da cultura racista de alguns estados existem até hoje, a guerra contra o preconceito também começou lá atrás. Rosa Parks foi uma das grandes personagens do século XX nos país, depois de ter recusado ceder seu lugar no ônibus para um homem branco, em 1955. A cidade de Montgomery, onde ela morava, tinha leis segregacionistas e estipulava a separação do público do transporte público por etnia.

Rosa foi presa e solta no dia seguinte, mas virou um símbolo de resistência. Passou a conviver com ameaças de morte e teve dificuldades para encontrar emprego, mas assumiu o papel de uma das mulheres mais relevantes nas reivindicações por igualdade. O evento motivou o Boicote ao Ônibus de Montgomery, manifestação política e social que resultou em grande prejuízo para os cofres públicos. Foram 381 dias de boicote e o movimento só acabou quando a segregação racial no estado do Alabama foi considerada inconstitucional.

Rosa Parks e Martin Luther King Jr., ícones da
luta contra o racismo nos EUA.

Outras figuras importantíssimas na luta racial norte-americana foram Martin Luther King Jr. e Malcolm X. Ambos dedicaram a vida ao combate ao racismo - inclusive participaram das ações decorrentes do Boicote de Montgomery. Malcolm X tinha um posicionamento mais radical, que tendia ao enfrentamento direto para conquistar os direitos que eram negados aos negros. Já Martin Luther King, que também era pastor da igreja batista, defendia uma ação baseada no diálogo - ele até ganhou um Nobel da Paz, em 1964. O pacifismo dele nas práticas de desobediência civil, no entanto, revoltou grupos extremistas racistas em todo o país por quase duas décadas.

Malcolm X foi assassinado em 1965, com 39 anos. Martin Luther King também foi morto, em 1968, também aos 39 anos de idade.

Martin Luther King jr. e Malcolm X: apesar de ideologias
diferentes, buscavam o fim do preconceito racial.

No Brasil, a luta contra a discriminação sobrevive. Atualmente, vozes muito marcantes conseguem fazer frente ao preconceito racial, como a filósofa Djamila Ribeiro, a empreendedora Adriana Barbosa (vídeo abaixo), o ex-ministro Joaquim Barbosa e artistas como Emicida, Lázaro Ramos, Taís Araújo, Elza Soares e Gilberto Gil, entre muitos outros.

A luta continua

Apesar dos esforços e das várias conquistas ao longo das últimas décadas, o racismo ainda está muito presente no nosso dia a dia. O segredo é não abaixar a cabeça e continuar reivindicando uma sociedade mais igualitária, até que pleitos como esse não sejam mais necessários. Como dizia Nelson Mandela, essa é uma batalha que não diz respeito apenas aos negros, mas a todos que desejam uma sociedade mais justa.

“Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar”, Nelson Mandela.


Fotos: Divulgação/Internet

Boletos dos empregados afastados - Março de 2019

Postado por Caio Melo em 21 Mar 2019 12:00

A Postal Saúde esclarece que, na competência de março de 2019, ocorreu uma falha no envio dos boletos físicos encaminhados via Correios aos beneficiários afastados.

Assim, informamos que os boletos se encontram disponíveis no link http://boleto.postalsaude.com.br/index.php ou no nosso aplicativo. O documento poderá ser solicitado, ainda, na sua unidade de representação regional.

Caso o boleto físico seja recebido por meio dos Correios, eles poderão ser pagos até o último dia útil do mês, de acordo com as instruções bancárias no corpo do boleto.

Estamos à disposição para esclarecimentos pela Central do Beneficiário (0800 888 8116) ou em nossas unidades regionais.

Postal Saúde. Sua vida, nossa existência!

50 anos de Correios em três séculos de história

Postado por Filipe em 20 Mar 2019 15:44


As últimas décadas impressionam pela velocidade com que as transformações ocorreram na história da humanidade e também por seu alcance. E os Correios, em sua trajetória de 356 anos de serviços prestados ao país, sempre buscaram aprender e acompanhar as revoluções do mundo moderno. Os esforços institucionais se intensificaram a partir da criação da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, que neste 20 de março completa 50 anos, com um histórico que se confunde com as grandes conquistas e avanços da própria história do país.

Para conferir a matéria completa, clique aqui e veja no Blog dos Correios.

Esclarecimentos - Matéria da Carta Capital

Postado por Caio Melo em 13 Mar 2019 16:33

Sobre matéria publicada na Carta Capital, reproduzimos abaixo comunicado interno publicado pelos Correios, a Mantenedora da Postal Saúde, no último dia 12.

Primeira Hora Extra - 12/3/2019

Em relação à reportagem “Correios vivem uma guerra silenciosa entre o general e o Kassabismo”, publicada em 8 de março de 2019, a empresa repudia veementemente a forma irresponsável como o veículo tratou de temas relacionados aos Correios e à Postal Saúde. Por isso, julga importante prestar os seguintes esclarecimentos aos empregados:

Designação de membros da Diretoria Executiva

A designação dos vice-presidentes dos Correios segue rigorosamente a legislação vigente: os nomes dos indicados são submetidos à análise e aprovação no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e Casa Civil e, posteriormente, avaliados pelo Comitê de Elegibilidade (COELE) conforme os requisitos de formação e experiência previstos na Lei n.º 13.303/2016 e nos normativos correlatos aplicáveis.

Com base em tais parâmetros, o atual vice-presidente de Operações, Carlos Roberto Fortner, foi convidado e eleito pelo Conselho de Administração para exercer o cargo, considerando, dentro outros fatores técnicos, sua experiência como ex-presidente dos Correios e ex-vice-presidente de Finanças e Controladoria da empresa.

E, ao contrário do que afirma a matéria, a Diretoria dos Correios vem atuando absolutamente alinhada e focada no resgate da qualidade operacional e do equilíbrio econômico-financeiro da empresa.

Designação de membros de órgãos colegiados e contratação de empregados da Postal Saúde

A Diretoria Executiva da Postal Saúde, da qual participa seu diretor-presidente, Ariovaldo Aparecido da Câmara, é formada por empregados de carreira concursados da mantenedora (Correios), com experiência e históricos profissionais compatíveis com os cargos que exercem.

O Conselho Deliberativo (CODEL), órgão de orientação estratégica e de superior deliberação, é composto por seis membros representantes da mantenedora e patrocinadoras (Correios e Postalis) e dos associados beneficiários, sendo três membros eleitos e três indicados pela empresa. Da mesma forma, no caso dos representantes indicados pela mantenedora, são rigorosamente observados se a experiência e o histórico profissional são compatíveis com o cargo que exercem.

A fim de dar maior transparência ao preenchimento de vagas, a Postal Saúde implementou política de contratação de pessoas, inclusive para gerentes regionais. Nesse sentido, também, a Diretoria Executiva dos Correios deliberou, recentemente, que toda admissão para os quadros da Postal Saúde se dará por intermédio de seleção, com regras e critérios públicos (edital) que já estão em vigor.

Outras medidas saneadoras

São exemplos, ainda, de medidas saneadoras adotadas pela Postal Saúde para aprimorar seus controles internos e a governança: a implantação da área de riscos, compliance e controle interno e a adoção de licitação na contratação de bens e serviços, nos moldes da Lei n.º 13.303/2016 – Lei das Estatais.

Registra-se, ainda, que a Postal Saúde, conforme previsão e regras do órgão regulador do setor, realiza prestação de contas periódica aos Conselhos Deliberativo e Fiscal da operadora, como também à Agência Nacional de Saúde (ANS).

Corregedoria e Comitês Disciplinares

A Corregedoria dos Correios e os Comitês Disciplinares seguem normas internas rigorosas de atuação e têm seus trabalhos acompanhados pela Controladoria Geral da União (CGU). Destaca-se, inclusive, que o nome do empregado indicado para exercer a chefia da Corregedoria é submetido à apreciação prévia da CGU.

Como regra geral, todos os casos de denúncias e quaisquer indícios de irregularidades são de imediato analisados, sob o aspecto de sua admissibilidade, para desencadear, se necessário, apurações a respeito, à luz do melhor interesse público e da transparência.

Resposta à Carta Capital

Os Correios informam que não foram procurados pelo veículo para esclarecer os pontos apresentados na reportagem, o que fere o princípio básico do jornalismo da isenção, que se obtém ouvindo todas as partes envolvidas.

A assessoria de imprensa dos Correios está em contato com a revista Carta Capital para que sejam publicados os esclarecimentos da empresa sobre os temas abordados na matéria.

Edital de Convocação - Assembleia Geral

Postado por Caio Melo em 11 Mar 2019 21:04

Em atenção aos artigos 23 e 24 do seu Estatuto Social, a Postal Saúde, por meio do Conselho Deliberativo, devidamente representado por seu presidente o Sr. Flávio Roberto Fay de Sousa, CONVOCA, pelo presente edital, seus Associados Beneficiários Titulares, para Assembleia Geral Ordinária a realizar-se no dia 25 de março de 2019, às 18h, no Edifício Sede dos Correios - Salão Nobre - Sobreloja, localizado no SBN, Quadra I, Lote A, Brasília/DF, com o objetivo de apurar os votos relativos à eleição de 2 (dois) membros titulares e 2 (dois) suplentes do Conselho Deliberativo da Postal Saúde.

A Operadora ressalta que a presente assembleia substitui a convocação anterior, em função de adiamento do período de votação do pleito.

Flávio Roberto Fay de Sousa
Presidente do Conselho Deliberativo

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9