Central do beneficiário

​Especial: Empregados dos Correios relatam benefícios da Cinesioterapia Laboral no Complexo Vila Maria, em São Paulo

Postado por Arlinda Carvalho em 29 Jan 2020 09:30

Margarida: "fim às dores e mais qualidade de vida"


O estado de saúde e de bem-estar da agente de Correios e beneficiária da Postal Saúde, Margarida Ângela da Costa Almeida, 55 anos, teve uma melhora significativa desde fevereiro de 2017, quando ela passou a frequentar o centro de Cinesioterapia Laboral do Complexo de Vila Maria, na região metropolitana de São Paulo, inaugurado no mesmo mês.


Lotada no posto avançado do Serviço de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), que funciona no mesmo andar do centro, ela conta que o tratamento com a cinesioterapia laboral pôs fim à dor provocada pelos problemas de coluna, diagnosticados já há alguns anos: uma protusão discal em vários pontos da lombar e na cervical, além de artrose nos dois joelhos.


Quando perguntada sobre o “antes” e o “depois” do tratamento, que alterna fisioterapia com atividades físicas para fortalecer a musculatura e promover o condicionamento físico, ela responde: “Não tem nem comparação. Antes eu sentia muita dor, não dormia bem e tinha pouca disposição, o que me atrapalhava trabalhar. Hoje estou sem dor, sinto-me disposta e até ganhei massa muscular”, relata a beneficiária, enfatizando que o programa lhe trouxe mais qualidade de vida.

“Desde que iniciei o tratamento na cinesioterapia, só tenho visto melhoras no meu quadro clínico. Aproveito para parabenizar essa iniciativa, que nos ajuda muito”, diz.


Efeitos positivos

E quem pensa que os resultados da cinesioterapia se limitam ao aspecto físico, acaba se surpreendendo com os reflexos do tratamento também no estado emocional dos pacientes. É o que observa a beneficiária e coordenadora de atendimento dos Correios, Isabel Cristina Morares dos Santos.


“Participo do programa desde o início e posso relatar, com propriedade, os efeitos positivos que o programa trouxe para os funcionários dos Correios. O tratamento vai além do cuidado com a saúde, pois existe um ambiente alegre, atencioso, fazendo com que todos se sintam bem física e emocionalmente”, relata a gestora.


Ela conta que sofre com problemas no joelho e faz fortalecimento muscular.


“Tenho condropatia patelar direita e há três meses quebrei o segundo metatarso (parte mediana do pé). Agora estou fazendo fisioterapia e, em ambos os tratamentos, sou tratada com muito profissionalismo e carinho pelos profissionais Aline, Ariane, Ellen, Priscila, Felipe e todos os outros”, agradece Isabel, fazendo questão de valorizar o trabalho desenvolvido por cada um da equipe, formada por fisioterapeutas e educadores físicos. (Foto: Isabel e fisioterapeuta Priscila: tratamento com carinho e bem-estar físico e emocional)


Mais qualidade de vida

A qualidade de vida proporcionada pela cinesioterapia laboral é consenso entre os que se submetem ao tratamento.


“Há mais de dois anos realizo atividades de condicionamento físico e já passei por reabilitação com os profissionais de fisioterapia. Tive resultados muito satisfatórios que melhoraram minha saúde e me trouxeram mais qualidade de vida”, endossa Doralice Fidelis de Menezes Neiva (foto ao lado), agente de Correios no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) de Vila Maria.


“Agradeço à equipe (da cinesioterapia) que trabalha com muita dedicação, profissionalismo e cordialidade. Parabéns!”, expressa a beneficiária.


Melhoria da autoestima

A fisioterapeuta Priscila da Silva Neves integra a equipe do centro de cinesioterapia laboral de Vila Maria desde setembro de 2018. Segundo ela, a evolução do quadro clínico das pessoas é perceptível e, além da diminuição da dor, do condicionamento físico e do fortalecimento da musculatura, o tratamento acaba melhorando a autoestima das pessoas.


“Pude observar a evolução de um paciente dependente químico que sofre de lombalgia. Com a diminuição da dor, ele se tornou mais comunicativo e mais disposto para o trabalho, com autoestima mais elevada, propiciando até mesmo uma redução da dependência”, comemora Priscila.


Prevenção de doenças laborais


O educador físico Felipe Aguiar Melo, que trabalha com Priscila, destaca que um dos grandes benefícios da cinesioterapia é a prevenção de doenças laborais, como aquelas ocasionadas pelo esforço repetitivo ou pelo movimento de braços e ombros — como no caso dos empregados dos Correios que trabalham diariamente depositando nos armários as encomendas que serão distribuídas pelos carteiros aos destinatários.


Ele enumera outros efeitos positivos da cinesioterapia laboral: promove a reabilitação do paciente, combate o sedentarismo, reduz o absenteísmo no trabalho e traz mais bem-estar.

“A pessoa passa a se sentir melhor porque a atividade física libera a dopamina no cérebro, substância responsável pela sensação de prazer e bem-estar”, conclui.



Médicos, enfermeiros, fisioterapeutas fazem parte da equipe multidisciplinar
do Centro de Cinesioterapia Laboral de Vila Maria

Equipe multidisciplinar

Para a coordenadora do centro, a enfermeira Aline Dantas, a abordagem multidisciplinar da cinesioterapia é um dos fatores de eficácia do tratamento. “Somos uma equipe formada por médicos, fisioterapeutas e educadores físicos empenhados em oferecer o melhor tratamento, de maneira específica e individualizada”, orgulha-se Aline, para acrescentar: “A multidisciplinaridade na área da saúde tem sido vista como a melhor opção de tratamento no quesito qualidade”.


Avaliação médica

Ela explica que antes de iniciarem o tratamento com a cinesioterapia, os pacientes (empregados dos Correios e beneficiários da Postal Saúde) são encaminhados à equipe médica para uma avaliação completa.

“Avaliamos os quadros álgicos (mapeamentos das regiões onde a pessoa sente dor) e de qualidade de vida de cada um. Após o atendimento médico, os pacientes são direcionados para a fisioterapia ou para o condicionamento físico, a depender do seu estado de saúde”, observa Aline.

“Para cada situação, nossa equipe multidisciplinar realiza reuniões com o objetivo de discutir e traçar os melhores planos de tratamentos. Assim, quem chega ao centro de cinesioterapia laboral recebe um atendimento integral, com avaliação do médico, do fisioterapeuta e do educador físico”, conclui.

O Programa

O Programa de Cinesioterapia Laboral é uma ação desenvolvida pela área de saúde dos Correios, em parceria com a Postal Saúde. O objetivo é a prevenção de doenças laborais, com o reforço osteomuscular dos empregados dos Centros Operacionais dos Correios, além da recuperação daqueles que apresentam algum tipo de lesão.


Quem pode participar?

Podem participar da cinesioterapia laboral todos os empregados dos Correios lotados nos Centros Operacionais onde o programa esteja em funcionamento.



Por: Comunicação/Postal Saúde
Texto: Arlinda Carvalho
Fotos: Centro de Cinesioterapia de Vila Maria



​Boletos dos empregados afastados – Problemas no envio dos boletos às residências

Postado por Arlinda Carvalho em 28 Jan 2020 19:11



Informamos que devido a problemas no processamento dos boletos referentes à competência de dezembro/2019, os documentos não foram enviados às residências dos empregados afastados. Mas todos podem ficar tranquilos, pois os boletos estão disponíveis para impressão no site da Postal Saúde desde o dia 9/1/2020.

Para não prejudicar os beneficiários, o pagamento poderá ser feito até o dia 30/01/2020, sem incidência de juros ou multa.


Clique aqui para fazer login e acessar a o boleto de dezembro/2019. O documento poderá ser obtido também por meio do Aplicativo da Postal Saúde em seu celular.


Se preferir, o boleto poderá ser solicitado na filial da Postal Saúde mais perto de você. Clique no link para buscar a sua filial: Postal Saúde nos estados.


Contamos com a compreensão de todos e nos colocamos à disposição 24 horas, pelo 0800 888 8116 da Central de Atendimento ao Beneficiário.


Postal Saúde. Sua vida, nossa existência.



25 de janeiro: O carteiro, eu e o país inteiro

Postado por Arlinda Carvalho em 24 Jan 2020 18:06


Hoje acordei com uma alegria contagiante de quem aguarda um presente, uma encomenda ou uma declaração de amor trazida por quem, do nascer ao pôr do sol, está presente em cada recanto, em cada lar, em cada coração, cumprindo com dignidade o seu papel.

Aguardo ansioso por ele. Seus passos integram realidades diversas vindas de regiões centrais ou longínquas, de dentro ou de fora do país, não importa. Lá está ele, a pé ou de motocicleta, aproximando fronteiras, sentimentos, corações. Alinhavando histórias em caixas, envelopes e papéis.

Hoje ele vem me visitar. Toca a campainha. Abro um largo sorriso e respondo àquele bom-dia caloroso, cheio de amor e de sol. É ele, nosso querido carteiro, já conhecido no bairro, amado e respeitado por toda gente, mundo afora.

Hoje, coincidentemente, é o meu aniversário. E ele, que também é o "aniversariante" do dia, trouxe-me uma surpresa vinda do outro lado do oceano. Mas o maior presente mesmo foi o abraço que trocamos. Era o meu presente para ele.

Naquele momento, não havia fronteiras: éramos um só, representando o país inteiro. Parabenizei-lhe pela data e agradeci àquele trabalhador dedicado por tornar minha vida, nossas vidas, mais cheias de humanidade e significados, aproximando o país e o mundo em passos firmes e certeiros.

Parabéns, carteiros de todo o Brasil!


Texto: Arlinda Carvalho
Foto: 123 Banco de Imagens

​Brasil prepara rede de saúde para novo coronavírus

Postado por Arlinda Carvalho em 24 Jan 2020 12:14

Ministério da Saúde reforça orientações para notificação imediata
de casos suspeitos em aeroportos, portos e fronteiras do país (Foto: 123 Banco de Imagens)


Diante dos casos de doença respiratória na China, causada pelo novo coronavírus, o Ministério da Saúde instalou, na quarta-feira (22/01), o Centro de Operações de Emergência (COE) - novo coronavírus. O comitê tem como objetivo preparar a rede pública de saúde para o atendimento de possíveis casos no Brasil. Até o momento, não há detecção de nenhum caso suspeito no país. A pasta tem realizado monitoramento diário da situação junto à Organização Mundial da Saúde (OMS), que acompanha o assunto desde as primeiras notificações de casos em Wuhan, na China, no dia 31 de dezembro de 2019.

O COE é composto por técnicos especializados em resposta às emergências de saúde pública. Além do Ministério da Saúde, compõe o grupo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Instituto Evandro Chagas (IEC), além de outros órgãos. Desta forma, o país poderá responder de forma unificada e imediata à entrada do vírus em território brasileiro.

Para subsidiar os profissionais de saúde, o Ministério da Saúde atualizou o Boletim Epidemiológico com orientações em todas as áreas de atuação do Sistema Único de Saúde (SUS), além de deixar clara a definição de casos suspeitos, prováveis, confirmados e descartados.

O Boletim traz ainda recomendações de vigilância nos portos, aeroportos e fronteiras de todo o Brasil. Foram reforçadas as orientações para notificação imediata de casos suspeitos do novo coronavírus nos pontos de entrada do país, além da intensificação da limpeza e desinfecção nos terminais, como prevê a Anvisa.

Até o momento, só há transmissão ativa do vírus na cidade de Wuhan, na China. As áreas com transmissão local serão atualizadas e disponibilizadas no site do Ministério da Saúde, no link: http://saude.gov.br/saude-de-a-z/listacorona.

O que é considerado um caso suspeito

É considerado como caso suspeito do novo coronavírus paciente com sintomas da doença, como febre, tosse e dificuldade para respirar. Além disso, o paciente precisa ter viajado para área com transmissão ativa do vírus nos últimos 14 dias antes do início dos sintomas.

“É preciso esclarecer que a definição de casos é dinâmica, porque pode mudar a partir do contexto epidemiológico. No entanto, até o momento, não há nenhum caso suspeito do novo coronavírus no Brasil", informou o secretário substituto de Vigilância em Saúde, Julio Croda.

Cuidados básicos

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de infecções respiratórias agudas: evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas; realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente; evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

Fonte: Ministério da Saúde. Leia a matéria completa e assista à coletiva de imprensa sobre o assunto


Endereço provisório na filial do Rio Grande do Norte

Postado por Filipe em 23 Jan 2020 18:56


Devido a um problema no transformador do prédio onde funciona a filial da Postal Saúde do Rio Grande do Norte, a unidade tem passado por dificuldades de comunicação nos últimos dias.

Como a substituição do transformador ainda não foi concluída, a Regional está funcionando em um endereço alternativo e com equipe reduzida.

Em caso de necessidade, o NAR-RN está atendendo no Complexo GRESC/RN (Av. Hermes da Fonseca, nº1160. Bairro: Tirol - Natal/RN) e o telefone disponível é o número corporativo (84) 99117-8812.

Já os e-mails devem ser enviados para as caixas RN Administrativo (rn.administrativo@postalsaude.com.br) ou RN Negociação (rn.negociacao@postalsaude.com.br).

​Ambulatório da Postal Saúde em BH mudou para o bairro Floresta

Postado por Arlinda Carvalho em 23 Jan 2020 16:39


O Ambulatório da Postal Saúde em Belo Horizonte (MG) passou a atender no bairro Floresta, no mesmo endereço onde funciona a Filial da Postal Saúde no estado. A medida tem por objetivo facilitar o deslocamento e promover cada vez mais a aproximação dos beneficiários com a Operadora.

Dessa forma, empregados e dependentes do plano de saúde que trabalham ou residem em regiões próximas — ou mesmo que se dirigem à Postal Saúde para solicitar algum serviço — terão mais facilidade para realizar as consultas médicas e odontológicas. No Ambulatório, são oferecidas as especialidades de Clínica Médica, Ortopedia, Enfermagem e serviços de Odontologia.

Outra vantagem é que a nova localização, próxima do centro da cidade, conta com pontos de acesso ao transporte público e excelente infraestrutura. Além disso, os beneficiários usufruem da gratuidade do atendimento, uma vez que não é cobrada a coparticipação das despesas dos serviços de saúde realizados no Ambulatório.

Antes da mudança de endereço, ocorrida no dia 13 de janeiro, os atendimentos eram realizados no CTCE-BH, unidade dos Correios localizada no bairro Universitário, na capital mineira. No entanto, devido à dificuldade de acesso ao local, a Operadora e os Correios buscaram um endereço mais central e acessível para todos.


Confira as vantagens da nova localização do Ambulatório:

- Funciona no mesmo prédio da Filial da Postal Saúde;

- Facilita a vida do beneficiário que necessitar resolver alguma situação referente ao plano de saúde;

- Situa-se próximo do centro da cidade;

- Oferece fácil acesso ao transporte público, promovendo o deslocamento para outras áreas urbanas;

- Conta com excelente infraestrutura, composta por grande variedade de bancos e estabelecimentos comerciais.


Serviço:

Ambulatório Floresta em Belo Horizonte (MG)

Endereço: Av. do Contorno, 1909, 5º e 6º andares, bairro Floresta

Especialidades: Clínica Médica, Ortopedia, Enfermagem e serviços de Odontologia.

Horário de funcionamento: De segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 18h.

Telefone: (31) 3431 0703


Postal Saúde. Sua vida, nossa existência.


Por: Comunicação/Postal Saúde
Fonte: Gerência de Rede de Atendimento
Foto: 123 Banco de Imagens



1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9