Central do beneficiário

Cuide da pele também no inverno

Postado por Pollyana Gadelha em 09 Jul 2019 10:13

O inverno deixa as temperaturas e a umidade do ar mais baixas e, consequentemente, a transpiração corporal também diminui. Com isso, a pele fica mais seca e tanto o corpo quanto o rosto podem ficar ressecados.

Com os ventos mais frios, as pessoas não sentem tanto a presença dos raios solares e deixam de lado os cuidados contra a exposição solar, o que prejudica a pele e causa o aparecimento de doenças por causa do ressecamento.

Para evitar o ressecamento e possíveis doenças comuns nessa época do ano, é importante fazer hidratações corporais mais profundas e, além disso, investir em uma alimentação saudável, rica em vitaminas e antioxidantes.

Doenças Comuns

Dermatite atópica: quem sofre de atopia pode apresentar também asma ou rinite alérgica. O principal sintoma é a coceira, que pode começar antes mesmo das lesões cutâneas se manifestarem e pode atingir a face, tronco e membros. Na infância, as lesões são avermelhadas e escamam. Nos adolescentes e adultos, as lesões localizam-se preferencialmente nas áreas de dobras da pele, como a região posterior dos joelhos, pescoço e dobras dos braços. A pele desses locais torna-se mais grossa, áspera e escurecida.

Psoríase: doença da pele relativamente comum, crônica e não contagiosa e que atinge igualmente homens e mulheres, principalmente na faixa etária entre 20 e 40 anos. Fenômenos emocionais são frequentemente relacionados com o seu surgimento, provavelmente atuando como fatores desencadeantes de uma predisposição genética para a doença. Mas a real causa da psoríase ainda é desconhecida.

Dicas

• Nessa época a pele pede uma hidratação profunda, por isso, não deixe de passar bastante hidratante no corpo e rosto.
• Evite banhos quentes! A alta temperatura da água deixa a pele mais ressecada, tirando a camada natural de gordura da pele. Logo após o banho não deixar de hidratar a pele.
• Não esqueça o protetor solar.
• Usar protetor para os lábios. Uma dica é ter sempre um por perto


Foto: Stock Photos
Fonte: Blog da Saúde
Sociedade Brasileira de Dermatologia







​Boletos dos empregados afastados – competência junho de 2019

Postado por Arlinda Carvalho em 08 Jul 2019 16:45




A Postal Saúde informa que os boletos dos empregados afastados, referentes à competência de junho de 2019, já estão disponíveis no site da Operadora.

Clique aqui para acessar a 2ª via do boleto ou acesse o aplicativo da Postal Saúde. Se preferir, o documento poderá ser solicitado na unidade da Postal Saúde em seu estado.

O boleto físico recebido por meio dos Correios, ou a 2ª via retirada no site, podem ser pagos até o último dia útil do mês, de acordo com as instruções bancárias no corpo do documento.

Estamos à disposição por meio da Central de Atendimento ao Beneficiário (0800 888 8116) ou nas filiais da Postal Saúde nos estados.


Postal Saúde. Sua vida, nossa existência.


Baixe o APP da Postal Saúde
Para sua comodidade e praticidade, baixe o aplicativo da Postal Saúde no seu aparelho celular. O APP está disponível para androides e iPhones. Para baixá-lo, acesse as lojas do Google Play ou da Apple Store. Depois, é só usufruir da praticidade que a ferramenta oferece.


Saiba como fica o plano de saúde para quem aderiu ao PDV dos Correios

Postado por Pollyana Gadelha em 05 Jul 2019 10:58

Se você se aposentou pelo INSS como empregado dos Correios e aderiu ao Plano de Desligamento Voluntário dos Correios (PDV) em 2019, saiba o que fazer para garantir a sua permanência no plano CorreiosSaúde II.

Você tem até 60 dias, contados a partir da data do seu desligamento, para apresentar os documentos necessários. Após esse prazo, a assistência será automaticamente cancelada. Confira abaixo como solicitar a permanência no plano de saúde.

Como solicitar

Os desligados pelo PDV de 2019 apenas permanecerão com o plano de saúde se tiverem sido aposentados pelo INSS como empregados até a data de seu desligamento dos Correios. A documentação exigida deve ser entregue ou enviada para a Unidade da Postal Saúde no estado do beneficiário.

Clique aqui e veja os endereços das filiais da Postal Saúde nos estados.

Documentos exigidos

O beneficiário que quiser continuar no plano deve apresentar os seguintes documentos:

- Termo de permanência de aposentados, disponível site da Postal Saúde (clique aqui para fazer o download) ou nas filiais;
- RG;
- CPF;
- Comprovante de residência;
- Carta de Concessão de aposentadoria;
- Último extrato de recebimento de benefício do INSS;
- Último comprovante de recebimento de benefício POSTALIS, se houver;
- Certidão de Casamento, quando desejar incluir cônjuge, companheiro(a) ou convivente do mesmo sexo;
- Cópia da CTPS ou outro documento oficial que comprove o tempo de vínculo empregatício com os Correios.

Os documentos devem ser originais, cópias autenticadas ou apresentados juntamente com o original e cópia para validação na filial da Postal Saúde mais próxima.


Postal Saúde. Sua vida, nossa existência.


Por: Comunicação/Postal Saúde
Foto: Stock Photos

Conheça os canais de comunicação da Postal Saúde

Postado por Arlinda Carvalho em 04 Jul 2019 17:22



A Postal Saúde conta com vários canais de comunicação direta com os beneficiários e com a rede credenciada, formada por profissionais, hospitais, clínicas, laboratórios e outros estabelecimentos. O atendimento pode ser feito por telefone, e-mail ou de forma presencial.

Confira quais são esses canais de atendimento:


• 0800 888 8116 – Central do Beneficiário


A Central de Atendimento ao beneficiário funciona 24h por dia, 7 dias por semana, pelo número 0800 888 8116. Nesse canal, os beneficiários poderão solicitar informações sobre a rede credenciada em âmbito nacional; alteração cadastral; informações sobre inclusão, renovação e exclusão de beneficiários; segunda via do Cartão de Identificação do Beneficiário (CIB); auxílio na emissão de extrato de despesas médicas e odontológicas; alteração de senha da área restrita ao beneficiário; informações relacionadas a reembolso e outros serviços.


Quer saber os prazos para seu atendimento de saúde? Acesse o link ao lado para acessar as informações: Prazos para atendimento de serviços de saúde são regulamentados pela ANS

Lembre-se que esses prazos são necessários para permitir, entre outros fatores, a análise e a liberação mais adequada dos procedimentos.


• 0800 888 8117 – Central do Beneficiário (Deficiente auditivo)


A Postal Saúde também tem um canal especial para os beneficiários com deficiência auditiva, disponível 24h por dia, 7 dias por semana, que irá fornecer todas as informações e serviços relacionados à Postal Saúde. As ligações para o 0800 888 8117 devem ser feitas utilizando um aparelho compatível com essa tecnologia. Estes aparelhos estão disponíveis em Aeroportos, Rodoviárias e locais de grande movimentação, que contam com um Terminal Telefônico para Surdos (TTS). O sistema, ao receber ligações oriundas desse terminal, estabelece uma comunicação direta com o beneficiário, por meio de mensagens de texto.


• Postal Saúde em seu estado


Nos casos em que o beneficiário não tenha suas necessidades atendidas pela Central de Atendimento, poderá procurar a unidade da Postal Saúde em seu estado, que

recebe e atende solicitações por meio de telefone e e-mail, além do atendimento presencial. O objetivo é facilitar ainda mais a comunicação com a Postal Saúde.

O beneficiário pode conferir meios de comunicação, horário de atendimento e endereços das unidades regionais em todo o país no site da Postal Saúde, pelo link Postal Saúde nos estados.


• 0800 888 8120 – Ouvidoria


Outro canal de comunicação direta com o beneficiário é a Ouvidoria. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, pelo número 0800 888 8120.

Desde 21 de junho, a Ouvidoria da Postal conta com um novo sistema online, mais ágil e de fácil navegação, para receber reclamações, sugestões, elogios, consultas e denúncias dos beneficiários. Com a novidade, ficou ainda mais prático entrar em contato com a Operadora.


A nova plataforma permite ao beneficiário registrar rapidamente sua manifestação e acompanhar online o andamento da demanda.

Assim, a partir de agora, ao entrar no site da Operadora e acessar pela primeira vez o novo ambiente da Ouvidoria, o beneficiário deverá realizar um cadastro e preencher os dados solicitados. Após o cadastro finalizado, é só escolher a opção da manifestação.


Por ser um canal de segunda instância, trata de casos que não foram resolvidos ou respondidos pela Central de Atendimento e pelas unidades da Postal Saúde nos estados. Dessa forma, é necessário possuir o número do protocolo do primeiro atendimento (obtido pelo 0800 888 8116).


O beneficiário deve recorrer à Ouvidoria caso não tenha recebido a resposta da sua solicitação pelos Canais de Atendimento da Postal Saúde ou não tenha ficado satisfeito com o resultado do seu questionamento. Além do atendimento telefônico, o contato com a Ouvidoria pode ser feito eletronicamente pelo endereço: www.postalsaude.com.br/ouvidoria


Depois do registro da demanda, é possível consultar o andamento da solução do seu caso na própria plataforma ou, se preferir, pelo 0800 888 8120.

Clique aqui para saber mais sobre o novo sistema online da Ouvidoria.


• 0800 881 8080 – Central de Autorização

Disponível 24h por dia, 7 dias por semana, esse serviço deve ser utilizado para solicitar, acompanhar e/ou cancelar autorização de procedimentos médico-hospitalares e odontológicos.

Postal Saúde. Sua vida, nossa existência.


Por: Comunicação/Postal Saúde

Cuidado com as doenças respiratórias no inverno

Postado por Pollyana Gadelha em 02 Jul 2019 16:22


Além da redução da temperatura, algumas doenças ficam mais comuns no inverno, principalmente as respiratórias. Geralmente, crianças, gestantes e idosos são os que mais sofrem com as doenças de inverno devido ao sistema imunológico mais sensível.

A lista de doenças respiratórias mais comuns neste período, tanto para crianças quanto para adultos, inclui resfriados, gripes, amigdalites, otites, sinusites, pneumonia e doenças alérgicas - asma e rinites, por exemplo.

Dicas

Observe sinais específicos de infecção respiratória como tosse, expectoração, falta de ar, chiados e dor no peito. Já os sinais sistêmicos, ou seja, que afetam o corpo todo, são febre, calafrios, sudorese, dor muscular, dor de cabeça, sonolência e mau humor. Procure um médico caso apresente sinais sistêmicos como falta de ar. Em geral, vá até uma assistência médica em caso de persistência por mais de 48h dos sintomas específicos.

É importante lembrar de tirar agasalhos e cobertores dos armários antes do uso e lavá-los, pois, se não forem lavados, podem desencadear doenças alérgicas pelo contato com poeira e ácaros.

Já no caso das doenças alérgicas é possível evitá-las ao consultar periodicamente um médico. Para evitar infecções, lave as mãos, mantenha uma boa alimentação e beba água e sucos naturais de frutas.

Foto: Stock Photos
Fonte: Blog da Saúde



Filiais da Postal Saúde promovem palestras sobre Programas de Saúde

Postado por Pollyana Gadelha em 28 Jun 2019 15:00

Proximidade com o beneficiário. Com esse objetivo, as filiais da Postal Saúde buscam sempre novas maneiras de oferecer atendimento de qualidade aos empregados dos Correios e seus dependentes. Por isso, nesta semana, as filiais do Espírito Santo, do Rio Grande do Sul e do Pará realizaram eventos com foco na promoção em saúde e qualidade de vida.

No Espírito Santo, no dia 25 de junho, os empregados do Centro de Distribuição Domiciliar de Maruípe aprenderam sobre saúde bucal com especialistas no assunto.

Beneficiários do ES aprendem como prevenir doenças bucais

Já no Rio Grande do Sul, a Postal Saúde apresentou como funciona o Programa Saúde Bucal. O atendimento odontológico por meio do Programa é feito nos ambulatórios da Operadora, instalados, em sua maioria, nas unidades dos Correios em várias regiões do país.

Filias RS apresentou como funciona o atendimento odontológico
Filial RS apresentou como funciona o atendimento odontológico

No Pará, a filial promoveu uma festa junina para integrar beneficiários e os funcionários da Operadora do estado. A regional foi decorada com bandeiras coloridas, balões, fitas, toalhas estampadas e pratos típicos para criar o clima junino.


A URR-PA foi decorada especialmente para receber os beneficiários


Por: Comunicação/Postal Saúde
Fotos: NAR-ES
URR-RS

URR-PA



2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10