Central do credenciado

​Como funciona a solicitação de diárias para internações

Postado por Pollyana Gadelha em 19 Aug 2019 12:06

2018-02-06-programa-saude-em-dia.jpgConforme estabelece o Manual do Credenciado da Postal Saúde, no capítulo 4, a Operadora paga acomodação de acordo com a cobertura prevista para cada beneficiário.

O padrão de acomodação de cada paciente está descrito no seu Cartão de Identificação do Beneficiário (CIB) e é válido tanto para internações clínicas quanto cirúrgicas.

Na Postal Saúde, as acomodações são divididas em Coletiva (enfermaria), com internação em quarto coletivo com banheiro coletivo e Individual (apartamento), com internação em quarto privativo com banheiro individual.

Para os beneficiários com o plano com acomodação Enfermaria, a acomodação individual poderá ser utilizada nos seguintes casos:

a) Opção do Beneficiário:

I. Plano CorreiosSaúde: o credenciado deve solicitar senha de autorização com a especificação da acomodação diferenciada, bem como solicitar que o beneficiário assine o formulário específico denominado “Termo de Opção em Apartamento”, disponível para download e impressão no portal da Postal Saúde (Clique aqui para fazer download do documento)

II. Plano CorreiosSaúde II: o beneficiário titular pode optar por acomodação individual, para si ou para seu dependente, e será de sua inteira responsabilidade, junto ao credenciado, toda e qualquer despesa excedente à acomodação coletiva, que ocorra em função dessa opção, e deverá solicitar senha de autorização com a especificação da acomodação Enfermaria.

Importante: É responsabilidade do credenciado estabelecer com o beneficiário o ajuste financeiro referente a sua opção por padrão superior de acomodação.

b) Por indicação médica: a Postal Saúde autorizará a internação em apartamento, em caráter excepcional, em situações devidamente analisadas e homologadas pela Operadora nos seguintes casos:

I. Politraumatizados, com lesões graves de órgãos internos;
II. Queimaduras de segundo e terceiros graus acima de cinco unidades topográficas (UT); e
III. Pacientes com sequelas neurológicas que apresentem deficiência de fala e locomoção comprovadamente restrito ao leito.

Importante: Para os casos de indicação médica, o credenciado deve encaminhar laudo do médico assistente contemplando as condições de saúde do paciente e a justificativa para a alteração do leito e solicitar senha de autorização com a especificação da acomodação diferenciada.

Senhas abertas

Nos casos de senhas abertas com acomodação divergente do plano do beneficiário e que não tenham enquadramento na condição de excepcionalidade prevista no item b descrito acima, a senha será negada por ausência de cobertura.

Acompanhantes

O credenciado deve promover a acomodação de um acompanhante para crianças e adolescentes menores de 18 anos de idade e para idosos a partir dos 60 anos de idade. A mesma regra também é válida para os portadores de necessidades especiais, conforme indicação do médico assistente por meio de relatório.


Postal Saúde. Sua vida, nossa existência.

É preciso solicitar senha para urgências e emergências?

Postado por Pollyana Gadelha em 05 Aug 2019 14:23

Os procedimentos de urgência e emergência devem ser realizados de imediato, sem autorização prévia, visando resguardar a saúde e a vida do beneficiário, conforme estabelecem a Resolução CONSU nº 8 de 03/11/1998 e a Resolução Normativa 259/2011 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).


Nesses casos, é necessário consultar a elegibilidade do paciente e, apenas após a realização do procedimento, obter uma senha de autorização em, no máximo, três dias úteis subsequentes a realização do evento, e encaminhar os documentos que comprovem a realização e o caráter do atendimento. Portanto, não haverá nenhum tipo de regulação prévia assistencial para esses atendimentos.


A consulta de elegibilidade é feita por meio do Autorizador Web no portal da Postal Saúde (http://www.postalsaude.com.br/credenciado) ou ainda pela Central de Autorização e Regulação, no telefone 0800 881 8080.


Ressaltamos que é indevido solicitar senha de atendimento para os casos de urgência e emergência e manter o paciente internado aguardando autorização prévia para realizar procedimento ou uso de Órtese, Prótese e Material Especial (OPME).


Assim que a situação de urgência ou emergência for sanada, a continuidade do tratamento do paciente deverá ser feita em caráter eletivo, ou seja, com apresentação dos documentos e por meio de uma senha específica para esse tipo de atendimento.


Importante: O credenciado deve observar o rol de procedimentos da tabela de cobertura da Postal Saúde disponível em http://bit.ly/2KwZgzN


O que é necessário para obter autorização dos procedimentos?

Cada evento realizado com a cobertura da Postal Saúde tem suas características e especificidades próprias. Às vezes, ao solicitar a autorização (senha), podem surgir dúvidas sobre quais são as informações e os dados necessários para a liberação do procedimento.


No site da Postal Saúde, está disponível a tabela de cobertura do plano de saúde em www.postalsaude.com.br/manuais-tabelas-de-cobertura-e-formularios e os documentos que devem ser apresentados para cada tipo de procedimento, além do detalhamento sobre as Diretrizes de Utilização (DUT), determinada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), e as Diretrizes de Utilização dos Correios Saúde (DUC) e a autorização extra rol do plano CorreiosSaúde.

Para análise de qualquer pedido de autorização devem ser apresentados previamente:


EXAMES:

1. Guia SADT: Devidamente preenchida com nome e CNPJ do prestador onde será realizado o exame, data de solicitação, o carimbo do médico solicitante, indicação clínica, código TUSS e nome do procedimento a ser realizado, nome e matrícula do beneficiário.

2. Guia TISS de OPME: Anexo Clínico devidamente preenchido com códigos TUSS e Código Anvisa dos materiais solicitados (se houver necessidade de utilização de OPME e/ou medicamentos).

3. Laudos de exames comprobatórios da existência da patologia.

PROCEDIMENTOS AMBULATORIAIS:

1. Guia SADT: Devidamente preenchida com nome e CNPJ do prestador onde será realizado o procedimento, data de solicitação, o carimbo do médico solicitante, indicação clínica, código TUSS e nome do procedimento a ser realizado, nome e matrícula do beneficiário.

2. Laudos de exames comprobatórios da existência da patologia.

3. Guias TISS de Anexo Clínico (OPME, quimioterapia, radioterapia).

PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS:

1. Guia: devidamente preenchida com nome e CNPJ do prestador onde será realizado o procedimento, data de solicitação, o carimbo do médico solicitante, indicação clínica, código TUSS e nome do procedimento a ser realizado, nome e matrícula do beneficiário.

2. Guia TISS OPME: Anexo Clínico devidamente preenchido com códigos TUSS e código Anvisa dos materiais solicitados (se houver necessidade de utilização de OPME e medicamentos).

3. Laudos de exames comprobatórios da existência da patologia.

4. Relatório do médico assistente com diagnóstico e histórico da doença, tratamentos cirúrgicos e medicamentosos realizados e objetivo do procedimento solicitado com justificativa técnica para uso de materiais.

É preciso conferir se todas as informações necessárias foram enviadas, conforme cada caso, pois isso irá evitar a ocorrência de atrasos na liberação do procedimento. Quando a documentação não é enviada, o sistema emite uma mensagem de alerta e a senha não é liberada.


Postal Saúde. Sua vida, nossa existência.

Credenciado deve verificar elegibilidade do beneficiário no ato do atendimento

Postado por Pollyana Gadelha em 01 Aug 2019 09:21

Em virtude da audiência de mediação do Tribunal Superior do Trabalho (TST) sobre o plano CorreiosSaúde, a Postal Saúde informa que alguns beneficiários só poderão ser atendidos, unicamente, no regime de urgência e emergência. Dessa forma, é primordial que os credenciados verifiquem a elegibilidade de qualquer usuário do plano no ato do atendimento, conforme estabelece o Manual do Credenciado da Operadora. O prestador deve consultar a elegibilidade no Autorizador Web, disponível em https://autorizador.postalsaudeservicos.com.br/autorizadorpro/custom/CustomLogin.aspx, na aba ‘Outros’, conforme tela abaixo:


As guias já autorizadas até às 23h59min do dia 31 de julho de 2019 poderão ser realizadas no período previsto pelo TST, ou seja, até 31 de agosto de 2019. Após essa data, não é garantida sua validade, considerando não se ter, ainda, informações do que será decidido nas negociações do TST com a classe trabalhadora e Correios.


As guias solicitadas até às 23h59min do dia 31 de julho de 2019, seguirão o fluxo normal de regulação e se autorizadas, poderão ser realizadas no mesmo período, até 31 de agosto de 2019.


Portanto, em respeito a decisão da mediação do TST, está vedada a realização de consultas ou procedimentos eletivos, ou seja, atendimentos que não sejam de urgência e emergência serão glosados pela Operadora.


Em caso de dúvidas, entrar em contato com a Central de Autorização pelo 0800 881 8080, disponível 24 horas por dia, os 7 dias semana.

Entenda como funciona a garantia de atendimento

Postado por Pollyana Gadelha em 31 Jul 2019 16:49

Muitas vezes o beneficiário não consegue agendar um serviço ou mesmo um procedimento coberto pelo plano de saúde dependendo do local que resida. Nesses casos, é possível entrar em contato com a Postal Saúde, por meio de seus canais de atendimento, para solicitar a chamada garantia de atendimento.


Mas o que é a garantia de atendimento?

É o direito do beneficiário de ter acesso aos serviços de saúde cobertos pelo plano, considerando o período de carência, o município da demanda (local onde o beneficiário se encontra no momento que necessita do serviço ou procedimento) e o município mais próximo para se realizar o atendimento, observados os prazos estabelecidos nas Resoluções Normativas 259 e 268 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Mas fique atento! A garantia de atendimento passa a contar da data da comunicação do beneficiário com a Operadora.

Como solicitar

Para ter acesso à garantia de atendimento, o beneficiário poderá entrar em contato com Central de Atendimento da Postal Saúde pelo telefone 0800 888 8116 ou em uma das filiais da Operadora nos estados.

A garantia de atendimento funciona por meio de reembolso. O reembolso é a devolução integral ou parcial, pelo plano de saúde, das despesas médicas e odontológicas efetuadas pelo beneficiário, em situações específicas. Na Postal Saúde, existem o Reembolso Livre Escolha e o Reembolso Integral.

Clique aqui e acesse a cartilha sobre Reembolso.


Reembolso Livre Escolha

Essa modalidade ocorre quando o beneficiário, por opção e conveniência, utiliza a rede particular não credenciada para realização de serviços de saúde cobertos pela Operadora, uma vez observados os períodos de carência.

Nesse caso, o beneficiário arcará com as despesas e, posteriormente, poderá solicitar reembolso parcial desse pagamento, que será calculado levando em consideração a tabela de valores disponibilizada no site da Postal Saúde, de acordo com os valores praticados pela Operadora na localidade onde o serviço foi prestado.

Clique aqui e confira a tabela de valores da modalidade Livre Escolha

Reembolso Integral

Esse tipo de reembolso poderá ser solicitado em casos de urgência e emergência devidamente caracterizados, quando não houver na localidade do beneficiário rede credenciada à Postal Saúde e quando forem descartadas outras alternativas de garantia de atendimento.

Essas alternativas são o Tratamento Fora do Domicílio (TFD) e a Contratação Direta.

Tratamento fora do domicílio

O Tratamento Fora Domicílio (TFD) é uma das garantias de atendimento de saúde que o beneficiário tem quando não existe, em seu local de domicílio ou lotação, a especialidade ou o tratamento necessário para o restabelecimento de sua saúde. Essa garantia está prevista no regulamento do plano CorreiosSaúde II e pode ser consultada também no Manual do Beneficiário do Plano CorreiosSaude II .

Contratação Direta

Ocorre quando, na ausência de prestador credenciado na localidade e inexistindo opções para TFD, a Postal Saúde contrata diretamente um profissional ou um estabelecimento de saúde não credenciado para garantir o atendimento.


Dúvidas?

Assista ao vídeo sobre garantia de atendimento:



Baixe o APP da Postal Saúde

Para sua comodidade e praticidade, baixe o aplicativo da Postal Saúde no seu aparelho celular. O APP está disponível para androides e iPhones. Para baixá-lo, acesse as lojas do Google Play ou da Apple Store. Depois, é só usufruir da praticidade que a ferramenta oferece.


Foto: Stock Photos



Normalização dos movimentos de cobrança - Cronograma 15/2/2019

Postado por Caio Melo em 06 Feb 2019 18:55


A Central de Processamento e Análise de Contas (CEPAC) informa a toda a Rede Credenciada da Postal Saúde que os valores das Notas Fiscais dos movimentos de cobrança encaminhados no período de 1° a 15 de janeiro de 2019, cronograma 15 de fevereiro de 2019, encontram-se disponíveis na área restrita.

Inconsistências nos movimentos de cobrança - Cronograma 15/2/2019

Postado por Caio Melo em 05 Feb 2019 09:53


A Central de Processamento e Análise de Contas (CEPAC) informa à Rede Credenciada da Postal Saúde que os valores das Notas Fiscais dos movimentos de cobrança encaminhados no período de 1° a 15 de janeiro de 2019, cronograma 15 de fevereiro de 2019, estão apresentando inconsistências na área restrita. Por este motivo, o link para visualização dos valores ficará, temporariamente, desabilitado.

A Postal Saúde agradece a compreensão e informa que, assim que regularizada a instabilidade, emitirá novo comunicado à rede.

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9